Como usar Wi-Fi 6: entenda como funciona a nova rede de conexão sem fio

Como usar Wi-Fi 6: entenda como funciona a nova rede de conexão sem fio
FACEBOOK
LINKEDIN
TWITTER

Ter uma boa rede de Wi-Fi hoje é uma necessidade, seja em casa, compartilhando a internet com diversos dispositivos, como notebooks, televisão, celulares, tablets e demais dispositivos IoT, seja em ambientes comerciais como restaurantes, shoppings e aeroportos. Mas a rede de conexão sem fio nem sempre funciona adequadamente e acabamos perdendo boa parte da conexão por questões técnicas. O Wi-Fi 6 (802.11 ax) é uma tecnologia que veio para melhorar essas questões técnicas, distribuindo a internet com muito mais eficiência.

Seria uma evolução do Wi-Fi 5 (802.11 ac) e representa a sexta geração da rede sem fio. Além de maior velocidade, o novo padrão oferece conexão a mais pontos de acesso, proporcionando um melhor desempenho da rede. Outro destaque é que esse novo padrão consome menos bateria dos dispositivos conectados a ele.

Velocidade

O aumento na velocidade e na capacidade de tráfego de dados é um dos benefícios do Wi-Fi 6, que pode suportar velocidades de conexão de 9,6 Gb/s e taxas de transmissão de 1.200 Mb/s, enquanto o Wi-Fi 5 é capaz de chegar até 3,5 Gb/s e taxas de transmissão de 860 Mb/s.

Os roteadores Wi-Fi 5, para se ter uma ideia, são de 256 QAM, isso significa que eles podem enviar até 8 bits de uma vez, já os roteadores Wi-Fi 6 são de 1024 QAM, podendo enviar até 10 bits por vez. Isso gera um aumento de até 25% na velocidade da internet.

Múltiplos dispositivos

Outro benefício do Wi-Fi 6 é o de garantir que muitos aparelhos estejam conectados à mesma rede com a menor interferência possível. O Wi-Fi 6 consegue distribuir melhor o tráfego de acordo com a necessidade de cada dispositivo, reduzindo o congestionamento onde a largura de banda é mais exigida.

Isso porque ele traz uma melhoria no sistema MU-MIMO (MultiUser – Multiple Input, Multiple Output), que utiliza várias antenas para transmissão de dados. O Wi-Fi 5 também é capaz de se conectar a múltiplos dispositivos, porém não pode enviar informações ao mesmo tempo. Ele tem suporte para até oito dispositivos diferentes realizarem múltiplas entradas e saídas de dados, enquanto o anterior tinha suporte para apenas 4 dispositivos.

Resumindo, no Wi-Fi 5, o ponto de acesso é capaz de se conectar com diversos dispositivos simultaneamente, mas não pode enviar informações ao mesmo tempo. Já o Wi-Fi 6 permite o envio simultâneo de informações para dispositivos diferentes.

Economia de Bateria

Os dispositivos conectados ao Wi-Fi 6 desfrutam de uma economia de bateria, porque a tecnologia é equipada com o Target Wake Time (TWT) que identifica o tempo certo de enviar os dados, não necessitando enviar o sinal o tempo todo.

Largura do canal

Com o Wi-Fi 6 a largura do canal foi expandida de 80 MHz para 160 MHZ, permitindo que mais dados possam ser trafegados pela faixa com uma conexão mais rápida do roteador até o dispositivo.

Segurança

Por fim, o Wi-Fi 6 também tem ganhos com a segurança da rede, visto que possui um sistema de criptografia avançado, que evita possíveis invasões.

Como utilizar?

Assim como acontece com o 5G, onde mesmo com a tecnologia habilitada para funcionar, é preciso que o seu telefone seja compatível com a rede, acontece também com o Wi-Fi 6. Para utilizar a tecnologia é preciso que haja dispositivos compatíveis, tanto um roteador capaz de transmitir o padrão da rede, quanto celulares, notebooks etc.

Dessa forma, apesar de já termos no mercado muitos dispositivos com suporte ao Wi-Fi 6, a mudança será percebida pelos consumidores de forma gradual. Mesmo que nem todos possuam dispositivos compatíveis, é recomendável o investimento em roteadores com a nova tecnologia por parte de quem oferece o Wi-Fi em pontos comerciais,a fim de obter e oferecer uma melhoria na conexão.

Quer saber mais sobre o Mundo dos Provedores de Internet ?

Assine nossa Newsletter e Receba novidades exclusivas!

Comentários