Eletronet Entrevista: Iniciativa 5G Brasil – Provedores regionais se unem para concorrer no leilão 5G

FACEBOOK
LINKEDIN
TWITTER

O 5G está começando a ser implementado no Brasil e promete trazer muitas oportunidades de negócio para operadoras e provedores de internet (ISPs).  Porém, para concorrer ao leilão do 5G e enfrentar as grandes operadoras, os ISPs regionais precisaram se unir em um grande consórcio. Intitulado de Iniciativa 5G Brasil, esse consórcio já conta com mais de 300 ISPs prontos para viabilizar um modelo econômico-operacional que atenda às regras estabelecidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Para contar mais sobre a Iniciativa 5G, conversamos com Rudinei Gerhart, coordenador executivo da Iniciativa 5G e Júlio Pedrosa, sócio da Seeg Fibras, um ISP localizado em Mato Grosso que participa do conselho da Iniciativa 5G, representando a região Centro-Oeste.

Eletronet Entrevista: O que é a iniciativa 5G e como o ISP pode participar?

Júlio Pedrosa (Seeg Fibras): A INICIATIVA 5G visa a constituição de uma nova empresa nacional, embasada na união de um grande número de ISPs, em todas as regiões geográficas do país, organizados em um Conselho formado por 16 membros eleitos e reconhecidos pelo grupo de participantes para exercer essa atividade de forma voluntária. O Conselho é constituído por três integrantes por região do país, e temos a satisfação de sermos um desses conselheiros representando a região Centro-Oeste.  A Gestão está sendo conduzida por uma coordenação executiva. O Conselho Diretor foi responsável pela contratação de algumas consultorias especializadas nas áreas Jurídica, Regulatória, Técnica e de Negócios, que estão conduzindo o processo de constituição da empresa e sua viabilização para participação no leilão do 5G.

Rudinei Gerhart (Iniciativa 5G): A Iniciativa é recente, surgiu há menos de três meses e nesse tempo, já conseguimos reunir mais de 300 ISPs. Estamos abertos a novas adesões, provavelmente, até setembro. A data limite para participar da Iniciativa depende do edital do 5G, até fechar o edital, as empresas podem aderir à iniciativa. Para participar, o ISP deve preencher o formulário (acesse por este link), no qual as empresas descrevem sobre a composição do seu negócio, geram um termo de cooperação e começam a participar de todas as reuniões e debates promovidos pela Iniciativa 5G. Nossa ideia é formar uma grande operadora nacional para garantir uma vaga em uma das faixas de frequência do 5G.

Eletronet Entrevista: Os ISPs irão oferecer os serviços individualmente ou em conjunto?

Rudinei Gerhart (Iniciativa 5G): Estamos avaliando duas possibilidades de modelo de negócio: na primeira, cada ISP trabalharia na oferta de serviços com a sua própria marca, e o consórcio seria uma grande operadora que estaria por trás desse ISPs oferecendo o apoio necessário, mas sem concorrer com eles.

Outra forma de atuar seria como uma grande marca nacional para termos mais força com a marca e publicidade. Estamos avaliando os prós e contras desses dois cenários, mas ainda não foi definido.

Júlio Pedrosa (Seeg Fibras): O modelo de negócio da INICIATIVA 5G ainda não está definido, mas o que sabemos é que a iniciativa já deu certo! Independente do êxito no edital do 5G, essa união está sendo consolidada e já estão surgindo grandes frutos. Por exemplo, com a união de nossas redes, representamos a maior rede de fibra óptica do país, podendo se transformar em uma grande empresa de rede neutra atendendo a todos os provedores e operadoras para suporte à implantação do 5G em todo país.

Eletronet Entrevista: Como surgiu a Seeg Fibras e quais expectativas e oportunidades vocês enxergam com o mercado 5G?

Júlio Pedrosa (Seeg Fibras): A Seeg Fibras nasceu há três anos e, diferente da maioria dos provedores no Brasil que começam com a operação de internet via rádio, a Seeg Fibras surgiu 100% em fibra óptica, a partir de uma parceria entre dois pequenos empresários do ramo de Seguros e Rastreamento Veicular, que se uniram para resolver um problema comum de toda comunidade. Nascemos em uma cidade de 90 mil habitantes no interior do estado de Mato Grosso chamada Cáceres, a 200km da capital, onde as únicas opções de internet disponível eram a ADSL de 5 Mega ou 2 ou 3 Mega via Rádio. Essa solução não atendia nem mesmo nossas necessidades como pequenos empresários, muito menos de uma cidade inteira que sofria pela falta de opções de conectividade. Diante dessa dificuldade enxergamos a oportunidade que fez surgir o projeto da Seeg Fibras, uma empresa local, que já nasceu exclusivamente na Fibra (FTTH) com tecnologia X-GPON e com foco em hipervelocidade, conectividade e ampla cobertura Wi-Fi. Atendemos a região Oeste de Mato Grosso, oferecemos ainda os serviços de telefonia fixa e APPTV com canais abertos entre outros SVAs.

Olhando pela ótica de um provedor do interior do país, e não respondendo pela Iniciativa 5G, o Agronegócio promete oferecer boas oportunidades, e quanto aos pequenos centros urbanos uma alternativa de consolidação e ampliação da carteira de clientes e garantia de mercado, ou seja, imaginamos uma forte tendência dos clientes a aderirem a planos “combos” de fixos e mobilidade, e como já estamos na casa desses clientes, essa oferta seria uma necessidade estratégica. São investimentos pesados e com retorno de longo prazo que precisam ser bem implementados.

Eletronet Entrevista: A Iniciativa 5G Brasil pretende oferecer serviços além da conectividade?

Rudinei Gerhart (Iniciativa 5G): Sim, estamos trabalhando em três linhas de produtos;

  1. Mobilidade;
  2. Fiber Wirelles Access (FWA): seria uma conexão residencial, em uma rede mobile;
  3. Internet of Things (IoT): Dentro do IoT enxergamos diversas oportunidades como Automação, Agronegócio, Carros autônomos, Telemedicina, entre outros.

 

Quer saber mais sobre os riscos e oportunidades do 5G para os provedores de internet? Baixe gratuitamente o nosso ebook.

Summary
Eletronet Entrevista: Iniciativa 5G Brasil - Provedores regionais se unem para concorrer no leilão 5G
Article Name
Eletronet Entrevista: Iniciativa 5G Brasil - Provedores regionais se unem para concorrer no leilão 5G
Description
Mais de 300 ISPs regionais se uniram em um consórcio, intitulado Iniciativa 5G Brasil, para disputar o leilão do 5G. Para saber mais sobre esta iniciativa, conversamos com Rudinei Gerhart, um dos coordenadores, e com Júlio Pedrosa, sócio da Seeg Fibras, ISP localizado em Mato Grosso. Confira a entrevista completa no nosso blog.
Author
Publisher Name
Eletronet
Publisher Logo

Quer saber mais sobre o Mundo dos Provedores de Internet ?

Assine nossa Newsletter e Receba novidades exclusivas!

Comentários