O que é e para que serve o OTDR

O que é e para que serve o OTDR
FACEBOOK
LINKEDIN
TWITTER

Para quem trabalha com rede de fibra óptica, o OTDR – Reflectômetro Óptico no Domínio do Tempo é um instrumento essencial para garantir o bom funcionamento e a qualidade da rede. Ele permite que o provedor de internet identifique possíveis falhas com antecedência e faça a manutenção preventiva, evitando desastres.

Para simplificar, imagine que você está viajando na estrada, com um aplicativo de rota como o Waze ou Google Maps, você consegue identificar os trechos que estão com engarrafamento, com algum acidente, entre outros. O OTDR é tão útil quanto um desses aplicativos, pois vai identificar os pontos de falha e certificar se está tudo ok na sua rede.

Ele serve para validar a rede, identificar o rompimento de um cabo óptico, mapear a perda do enlace em relação a distância, certificar o desempenho de novos enlaces de fibra e detectar problemas nos links existentes. Além disso, localiza falhas em enlaces ópticos longos, como nos backbones e redes metropolitanas.

Dessa forma, o OTDR garante o mínimo possível de inatividade na rede e reduz custos para o provedor de internet que passa a ter um índice menor de manutenção, reduzindo o custo operacional e o retrabalho.

Como funciona

Um OTDR contém um laser de diodo, um detector de fotodiodo e um circuito de temporização de alta precisão. O laser emite um pulso de luz em um comprimento de onda específico, esse pulso de luz viaja ao longo da fibra para testá-la, conforme o pulso viaja pela fibra, a luz transmitida às porções da fibra é refletida/refratada ou espalhada de volta pela fibra para o fotodetector do OTDR. A intensidade dessa luz que retorna e o tempo que leva para chegar de volta ao detector nos informa o valor da perda, tipo e localização de um evento no link de fibra.

Esse princípio é conhecido como dispersão de Rayleigh. Simplificando, a luz emitida pelo OTDR é refletida de volta para o equipamento e pelo momento em que a reflexão é recebida, o OTDR calcula o valor da atenuação do cabo óptico.O teste de OTDR consegue fazer o diagnóstico da condição de um cabo de fibra óptica que, de outra forma, seria impossível de ver. Isso é essencial quando o link contém várias emendas e conexões que podem estar sujeitas a falhas.

O OTDR é o melhor método para testar fibras ópticas durante a sua instalação, manutenção e restauração. Isso porque ele consegue tanto determinar o comprimento de uma fibra e a sua atenuação total, quanto realizar vários testes, medições e verificar eventos. Sem o OTDR, o provedor precisa mapear trecho por trecho da rede até identificar os pontos de falha.

Tipos de OTDR

Existem vários tipos de OTDR disponíveis no mercado, o equipamento ideal vai depender da necessidade de uso. Os principais são o OTDR de bancada e o portátil. Um OTDR de bancada é essencialmente um instrumento rico em recursos com uma fonte de alimentação CA direta, enquanto um OTDR portátil ou compacto é tipicamente um dispositivo leve, alimentado por bateria, projetado para uso em campo.

Além dessa divisão básica, é importante verificar o tipo de fibra que você testará – multi modo, modo único ou ambos e o comprimento da fibra que será testada. Os produtos projetados para aplicações de longa distância geralmente têm recursos de faixa dinâmica mais alta que não seriam necessários para testar links de fibra óptica mais curtos.Existem também aparelhos que trabalham com a fibra ativa, que tem a vantagem de não interromper o sinal para fazer reparos, e os que funcionam apenas com a fibra apagada ou sem sinal.

Acompanhe o nosso blog para saber mais sobre equipamentos usados nas redes de fibra óptica e converse com um dos nossos especialistas para saber como oferecer as melhores opções de transporte de dados no seu provedor de internet.

Quer saber mais sobre o Mundo dos Provedores de Internet ?

Assine nossa Newsletter e Receba novidades exclusivas!

Comentários