Proposta brasileira de classificação para dispositivos IoT é aprovada em âmbito internacional

Proposta para Dispositivos IoT
FACEBOOK
LINKEDIN
TWITTER
Proposta para Dispositivos IoT

Neste mês de abril, a Comissão de Estudos 20 – “Internet das Coisas, Comunidades e Cidades Inteligentes” dentro da União Internacional de Telecomunicações (UIT) aprovou recomendação do modelo de referência arquitetônico para dispositivos de aplicações da IoT proposta pelo Brasil.

A classificação de dispositivos que foi definida pelos membros da Comissão está baseada nas capacidades de processamento e conectividade. A aprovação teve como pontos de apreciação, a análise interna de modelos de referência com os requisitos para as arquiteturas de software de cada uma das classes de dispositivos IoT.

A Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel representou o Brasil na discussão. O órgão é responsável por qualquer assunto de telecomunicações que envolva o país em âmbito internacional, em colaboração com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o setor privado e a academia.

O trabalho dos brasileiros se iniciou nas discussões da Câmara de IoT, iniciativa coordenada pelo MCTIC, com participação de membros do setor público, privado e academia. O objetivo das atividades é principalmente fomentar o ecossistema de IoT no Brasil.

A área de normatização da União Internacional de Telecomunicações conta hoje com 190 países e mais de 700 empresas entre seus membros. O próximo passo será a aprovação do documento pela revisão editorial. Em seguida ele estará disponível gratuitamente nos seis idiomas oficiais da UIT e aberto aos interessados.

Quer saber mais sobre o Mundo dos Provedores de Internet ?

Assine nossa Newsletter e Receba novidades exclusivas!

Comentários