IPV6 será Atropelado pela IoT?

Internet das Coisas
FACEBOOK
LINKEDIN
TWITTER

[vc_row][vc_column][vc_custom_heading text=”Protocolo IPv6″ font_container=”tag:h2|text_align:center” use_theme_fonts=”yes”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]IPV6 será Atropelado pela IoT?

Criado nos anos 70, o IP – sigla para Internet Protocol, protocolo de comunicação, tem como missão interligar computadores e redes. Esse número serve para identificar o computador na internet e, com raras exceções, ele está esgotado em quase todo o mundo.

A versão atual deste protocolo, o IPV4 é antiga e repleta falhas de segurança e são estas as brechas usadas por hackers. A nova geração do protocolo IP, o IPv6, lançado em 2012, veio justamente resolver tais problemas de segurança. Estamos justamente na fase de transição para o IPv6, protocolo que permite o contínuo crescimento da internet e possibilita que novos serviços sejam desenvolvidos para que mais dispositivos se conectem à Internet.

Enquanto aguardamos a migração de todos os sites, ambos os sistemas poderão funcionar juntos até que o IPv4 não seja mais necessário. E por que pulamos do IPV4 para IPV6? A versão 5 foi reservada para o Internet Stream Protocol desenvolvido antes do IPv6 – mas este nunca foi amplamente implantado e não será usado publicamente.

Crescimento do IPV6 e o mercado IoT

Desde seu lançamento, há cerca de cinco anos, o IPv6 já aumentou 3.000% e sua implantação está ocorrendo em cerca de 37 países. O uso do IPv6 está configurado para continuar crescendo à medida que mais operadores comecem a desenvolver suas implantações em todo o mundo e novos provedores de conteúdo e hospedagem permitam o IPv6 para seus clientes.

Segundo o instituto Frost&Sullivan, o mercado brasileiro de Internet das Coisas (IoT) movimentou US$ 1,35 bilhão no ano passado, sendo que a indústria automotiva e manufatura foram as verticais de maior destaque. O levantamento projeta um crescimento significativo para este mercado, que deve alcançar receitas de US$ 3,29 bilhões em cinco anos. Já deu para imaginar a necessidade de número IP com o advento da Internet das Coisas chegando de forma tão acelerada?

É por isso que já se fala no IPv8, que terá um espaço de endereçamento um pouquinho maior que o IPv6 e poderá suportar milhares de centenas de IPs diferentes, o que os físicos estimam ser suficiente para dar 100 IPs para cada computador do planeta.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_separator color=”mulled_wine” align=”align_left” border_width=”2″ el_width=”80″][vc_column_text css=”.vc_custom_1511532702510{margin-bottom: -15px !important;}”]Quer saber mais sobre o Mundo dos Provedores de Internet?
Assine nossa newsletter e receba novidades exclusivas!
[/vc_column_text][vc_empty_space height=”10px”][ninja_form id=”7″][vc_empty_space height=”20px”][vc_separator color=”mulled_wine” align=”align_left” border_width=”2″ el_width=”80″][/vc_column][/vc_row]

Quer saber mais sobre o Mundo dos Provedores de Internet ?

Assine nossa Newsletter e Receba novidades exclusivas!

Comentários