Opção veloz, eficiente e segura, rede FTTH cresce exponencialmente no mercado de ISPs

Rede FTTH cresce exponencialmente no mercado de ISPs
FACEBOOK
LINKEDIN
TWITTER

A Fiber-to-the-Home, ou simplesmente rede FTTH, é uma solução utilizada por ISPs e grandes operadoras para geração de banda larga de alta velocidade. A tecnologia que funciona para um leque de serviços (telefonia, televisão digital, rádio e internet via fibra óptica) está ganhando cada vez mais adeptos.

De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e análise da Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint), em setembro de 2018, as pequenas operadoras de telecomunicações já possuíam 47% do mercado nacional de FTTH.

Em agosto de 2018, o Brasil contava com 30,5 milhões de linhas de banda larga fixa em serviço, dos quais 4,4 milhões com acesso de fibra óptica. Deste mercado de residências atendidas com FTTH, quase metade destas casas com fibra são conectadas pelos provedores regionais de internet, os ISPs.

O porquê de tantos novos adeptos é a sua alta capacidade de transmissão de dados e a imunidade a interferências externas, possibilitando a entrega de Internet em casas e escritórios sem perdas de dados e sem a necessidade de manutenções constantes, suportando o chamado Triple Play (Dados, Voz e Vídeo). Outros benefícios são: os índices modestos de atenuação (que permitem que a distância entre provedor e cliente seja maior), fácil instalação e rápida ativação de novos usuários.

Com o aumento de dispositivos móveis, Internet das Coisas, e cada vez mais dados sendo produzidos e consumidos, todos precisarão de uma alternativa que entregue serviços de qualidade. Apostar na rede FTTH pode ser um diferencial para os ISPs.

Funcionamento

Uma rede FTTH começa seu funcionamento com a terminação óptica fazendo a transição entre cabos de distribuição e os cabos terminais. Estes últimos encaminham os dados diretamente aos terminais dos usuários e após isto a conexão será encerrada por um cordão óptico, que faz a junção com o equipamento final e o ponto de terminação.

Na utilização do sistema, a estrutura de fios de cobre fica para trás e o provedor de acesso passa a oferecer ao seu cliente uma conexão com mais qualidade, velocidade e segurança.  A técnica possui muitas vantagens em relação às formas tradicionais de provimento de redes, tendo dimensões reduzidas e transportando pacotes de dados sem ruídos.

A qualidade e estabilidade, além da garantia de não sofrer interferências externas, também vêm acompanhadas de um corte relevante de custos. A evolução e o aprimoramento da técnica tornaram a FTTH menos complexa, permitindo um investimento relativamente baixo na manutenção de todo o material da malha de rede.

Quer saber mais sobre o Mundo dos Provedores de Internet ?

Assine nossa Newsletter e Receba novidades exclusivas!

Comentários